FISIOTERAPIA

Fisioterapia é a ciência que estuda, diagnostica, previne e recupera pacientes com distúrbios cinéticos funcionais intercorrentes em órgãos e sistemas do corpo humano. Trabalha com doenças geradas por alterações genéticas, traumas ou enfermidades adquiridas.

O objetivo desta área é preservar, manter, desenvolver ou restaurar (reabilitação) a integridade de órgãos, sistemas ou funções. Utiliza-se de conhecimento e recursos próprios como parte do processo terapêutico nas condições psico-físico-social para promover melhoria na qualidade de vida.

Melhoria da postura corporal

As sessões de fisioterapia podem modificar o erro postural observado na maioria dos indivíduos. A coluna vertebral tende a adaptar o corpo conforme a forma como a pessoa realiza suas atividades cotidianas. É preciso corrigir a postura o quanto antes a fim de evitar o desenvolvimento de distorções musculares. Nesses casos, as correções posturais devem ser feitas gradativamente, com a ajuda de um profissional e reavaliadas sempre que necessário para evitar dores na parte lombar ou cervical da coluna.

2. Diminuição de dores osteomusculares

Algumas pessoas desenvolvem dores crônicas de origem articular ou disfunções em decorrência de quedas ou acidentes graves. Nesses casos, as sessões de fisioterapia são imprescindíveis para o prognóstico favorável.  A fisioterapia traumato-ortopédica propiciará a diminuição da dor e a eliminação do processo inflamatório, além de melhorar a força muscular e ajudar no retorno gradativo às atividades cotidianas e à prática de exercícios físicos.

3. Melhoria do condicionamento físico

A reabilitação tem o propósito de retomar o grau de eficiência muscular uma vez perdido em decorrência de uma lesão grave no esporte ou devido a algum acidente que comprometeu as articulações.

4. Auxílio nos transtornos respiratórios

Área extremamente importante para recuperação do quadro clínico do paciente. Trata-se de intervenções não invasivas, que auxiliam na expulsão de secreções que dificultam a respiração.

As manobras fisioterapêuticas podem ajudar pacientes de todas as faixas etárias, melhorando a função pulmonar e regulando a troca efetiva de oxigênio.

5. Prevenção de lesões decorrentes do envelhecimento

Com o avançar da idade, uma fraqueza óssea é esperada, em parte proveniente de disfunção hormonal e em outra devido à imobilidade própria da idade. Os pacientes tendem a diminuir suas atividades físicas e os músculos vão ficando inativos.

Os fisioterapeutas contribuem para retomar as atividades físicas dos idosos, conforme as condições clínicas apresentadas, atuando na readequações posturais, o aumento da força muscular, a diminuição das dores e do cansaço, além de mudanças positivas na coordenação motora e nas funções neurológicas.

6. Recuperação neurológica de pacientes

As lesões cerebrais podem gerar problemas de mobilidade, disfunção da marcha e do equilíbrio e alterações nos processos articulares. Dependendo da condição clínica do paciente, o neurologista e o fisioterapeuta trabalharão em conjunto para uma abordagem integrada e holística.

7. Reinserção do paciente oncológico

O câncer é considerado uma doença sistêmica debilitante. Em geral, os medicamentos quimioterápicos têm reações adversas intensas, que causam dores articulares, fraqueza, emagrecimento, perda de massa magra, entre outros.

Após o controle da doença, e dependendo da situação do paciente, é importante a prática de fisioterapia para preservar, desenvolver ou restaurar a integridade dos movimentos.

Todo o processo visa reinserir o paciente em suas atividades da vida cotidiana, além de garantir mais qualidade de vida aos que necessitam de cuidados clínicos contínuos.

clinica ortopedica nova iguaçu

Agende uma avaliação:

Fisioterapeuta Laiane Cristine

CRN: 20100167

Em caso de dúvidas, envie uma mensagem que teremos o maior prazer em responde-lo(a)